100%

CNM realiza Campanha Maio Amarelo com seus colaboradores e incentiva participação dos Municípios

A Confederação Nacional de Municípios (CNM) é mais uma a somar esforços para chamar a atenção para o alto número de mortos e feridos no trânsito por meio de ações que fazem parte da campanha Maio Amarelo. A entidade tem promovido iniciativas que possam conscientizar colaboradores sobre a importância da direção segura. Dados do Ministério da Saúde apontam que somente em 2017 no Brasil foram 41.151 mortes em vias públicas, o que coloca o país na 5ª colocação entre as nações com o maior número de vítimas de trânsito no mundo.

Diante desse número alarmante, a entidade está impulsionando várias ações com seus colaboradores. O edifício da CNM está iluminado na cor amarela, durante todo o mês, para alertar sobre a importância da campanha. Foram espalhados nas repartições da entidade cartazes da campanha, realizadas ações internas colaborativas e a área de trabalho ficou decorada com balões amarelos.

A CNM também vai distribuir laços da mesma cor. Ainda será realizada uma caminhada de mobilização com os colaboradores utilizando a camiseta da campanha, bem como registros fotográficos e publicações nas redes sociais, com a hashtag da campanha: #notransitoosentidoeavida.

Pauta no Congresso
Existe a expectativa de que algumas reivindicações sejam atendidas pelo Legislativo. Uma solicitação que tramita no Congresso é a aprovação do Projeto de Lei (PL) 822/2015. O texto prevê o fortalecimento dos órgãos municipais de trânsito e a unificação da fiscalização de trânsito.

Legislação

A Lei 13.614/2018, que instituiu o Plano Nacional de Redução de Mortes e Lesões no Trânsito (PNATRANS), foi aprovada em 2018 e acrescentou o artigo 326-A ao CTB (Lei 9.503/1997). Esse dispositivo dispõe sobre regime de metas de redução de índice de mortos no trânsito por grupos de habitantes e de índice de mortos no trânsito por grupos de veículos.

O PNATRANS define os pilares fundamentais para o desenvolvimento das propostas: Integração Cooperação e Coordenação no PNATRANS. Acesse aqui mais informações. 

Materiais da CNM

Qual são os reais impactos dos acidentes de trânsito no seu Município? Você conhece alguém que já se acidentou no trânsito? Você acha que um acidente pode ser evitado? Como o seu Município pode aderir à campanha?

Esses questionamentos são respondidos em um material elaborado pela CNM para os Municípios. Os documentos possuem dicas e materiais que podem ser utilizados livremente pelo Município. Acesse aquiA CNM destaca ainda que o Município pode promover ações coordenadas com a sociedade civil e com todos os atores envolvidos no processo. A intenção da entidade é colocar em pauta o tema segurança viária e mobilizar.

Boa Prática
A Confederação destaca na campanha Maio Amarelo algumas iniciativas desenvolvidas nos Municípios. Em São Paulo, foi implementado o Plano de Segurança Viária. O Município foi o primeiro a adotar esse tipo de plano com base na abordagem de Sistema Seguro. Ele prevê ações de curto, médio e longo prazo para redução da metade das mortes ocorridas no trânsito da cidade até 2028. Conheça aqui boa prática. 

Origem da campanha

O Maio Amarelo é um movimento internacional de conscientização para os altos índices de mortos e feridos no trânsito. Em 11 de maio de 2011, a Organização das Nações Unidas (ONU) decretou a Década de Ação para Segurança no Trânsito.

Com isso, o mês de maio se tornou referência mundial para balanço das ações que o mundo inteiro realiza. O objetivo era a criação de metas para a redução pela metade das mortes no trânsito para o ano de 2020. O amarelo simboliza atenção e também a sinalização de advertência no trânsito. O portal Maio Amarelo disponibiliza conteúdos completos sobre a temática que podem ser feitos downloads e aplicada a logo do seu Município. Acesse aqui o material. Assista ao vídeo da campanha. O Denatran também disponibiliza material publicitário que pode ser utilizado pelo Município.

Da Agência CNM de Notícias

 


Fonte: Portal CNM - Confederação Nacional de Municípios
Protocolos desta Publicação:Criado em: 20/05/2019 - 13:31:27 por: Roni dos Santos - Alterado em: 20/05/2019 - 13:31:27 por: Roni dos Santos

Notícias

Por meio de ofício, CNM solicita decreto que recria o Comitê de Revisão da Dívida Previdenciária
Por meio de ofício, CNM solicita decreto que recria o Comitê de Revisão da Dívida Previdenciária

Solicitar a publicação do decreto que recria o Comitê de Revisão da Dívida Previdenciária Municipal (CRDPM) foi o objeto do ofício da Confederação Nacional de Municípios (CNM), destinado ao Ministro da Casa Civil, Onyx Lorezoni. Protocolado no dia 12 de junho, o documento ressalta a necessidade da urgente regulamentação desse comitê, uma vez que possibilitará a revisão de débitos e créditos previdenciários dos Municípios com Regime Geral de Previdência Social (RGPS). A...

Projeto de Lei propõe novas obrigações em conteúdo mínimo do Plano Diretor
Projeto de Lei propõe novas obrigações em conteúdo mínimo do Plano Diretor

Tramita na Comissão de Constituição e Justiça da Câmara dos Deputados o Projeto de Lei 1794/2015 com os apensados PL 2.186/2015 e o PL 9.927/2018. Este propõe acrescentar novas obrigações ao conteúdo mínimo do Plano Diretor disposto da Lei Federal 10.257/2001, conhecido como Estatuto da Cidade. A matéria tem o objetivo de estabelecer diretrizes no que tange a verticalização e ocupação para redução de impactos ambientais por meio da instalação de coberturas vegetadas,...

Mais de 70 milhões de pessoas estão em deslocamento forçado no mundo
Mais de 70 milhões de pessoas estão em deslocamento forçado no mundo

O número de pessoas fugindo de guerras, perseguições e conflitos superou a marca de 70 milhões em 2018. Os números são da Agência da Organização das Nações Unidas (ONU) para Refugiados (Acnur). O relatório Acnur Tendências Globais mostra que quase 70,8 milhões de pessoas estão em situação de deslocamento forçado em todo o mundo. Este número dobrou em 20 anos, é 2,3 milhões maior que o ano anterior e corresponde à população semelhante à de países como Tailândia e...

Edital oferece bolsas e integração entre artistas de prefeituras que possuem Estações Cidadania
Edital oferece bolsas e integração entre artistas de prefeituras que possuem Estações Cidadania

A Confederação Nacional de Municípios (CNM) informa que a Fundação Nacional de Artes (Funarte) lançou o edital Bolsa Funarte de Residências Artísticas nas Estações Cidadania, que pretende conceder 18 bolsas para artistas executarem projetos de circo, música, teatro, dança e artes visuais em um Centro de Artes e Esportes Unificados (CEU), equipamento que passou a ser chamado esse ano de Estação Cidadania - Cultura. Os selecionados receberão uma bolsa de R$ 20 mil para...

Roda de Conhecimento alerta para prazo final de readequação da rede física do SUS
Roda de Conhecimento alerta para prazo final de readequação da rede física do SUS

Gestores municipais devem ficar atentos ao prazo para solicitar repactuação ou readequação das obras da Saúde. Com data limite para 30 de junho, os Municípios com obras da saúde em execução ou concluídas e sem funcionamento devem encaminhar as solicitações para a Comissão de Readequação da Rede Física do SUS (CRRF-SUS), do Ministério da Saúde (MS). O prazo foi estabelecido na Portaria 3.583/2018 do MS (retificada), com base no Decreto 9.380/2018. Para reforçar quando ao...

Prêmio MuniCiência está com inscrições abertas até 8 de julho
Prêmio MuniCiência está com inscrições abertas até 8 de julho

Conhecer iniciativas inovadoras implementadas nos Municípios dos quatro cantos do país. Com esse objetivo, a Confederação Nacional de Municípios (CNM), em parceria com a União Europeia, realiza o Prêmio MuniCiência. O processo seletivo é separado em etapas. A primeira é das inscrições, que já se encontram abertas, e podem ser feitas até o dia 8 de julho. Para participar da seleção não é necessário seguir um tema específico, mas é preciso que o projeto esteja em andamento...

Comissão especial aprova PEC do 1% do FPM e CNM acredita em aval do Congresso antes do recesso
Comissão especial aprova PEC do 1% do FPM e CNM acredita em aval do Congresso antes do recesso

Com a mobilização de líderes e gestores municipais, a leitura e a aprovação do texto do relator, deputado Júlio César (PSD-PI), na Comissão Especial destinada a proferir parecer à Proposta de Emenda à Constituição 391/2017 ocorreu na manhã desta terça, 18 de junho. A matéria prevê o repasse de mais 1% ao Fundo de Participação dos Municípios (FPM) no mês de setembro. Agora, a Confederação Nacional de Municípios (CNM) acredita que o Plenário da Câmara também aprovará...

Aroldi passa na comissão especial da Previdência para reforçar importância da inclusão dos Municípios
Aroldi passa na comissão especial da Previdência para reforçar importância da inclusão dos Municípios

As atividades municipalistas começaram cedo, nesta terça-feira, 18 de junho, na Câmara dos Deputados. O presidente da Confederação Nacional de Municípios (CNM), Glademir Aroldi, se desdobrou para acompanhar três temas essenciais aos governos municipais. Contudo, antes de começar as atividades da Comissão Especial da Reforma da Previdência, o líder municipalista conversou com integrantes do colegiado e forçou a importância de o texto contemplar também os Municípios. O...

Prêmio de Inovação em Políticas Públicas de Juventude estimula participação de Municípios
Prêmio de Inovação em Políticas Públicas de Juventude estimula participação de Municípios

Premiar experiências de sucesso na implementação de inovações em políticas públicas voltadas aos jovens, incentivando a proposta e impulsionar as iniciativas inovadoras que deram certo nos Municípios e no Distrito Federal. Com esse objetivo, o Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos (MMFDH), por meio da Secretaria Nacional da Juventude (SNJ), lançou o edital para o Prêmio de Inovação em Políticas Públicas de Juventude. As inscrições estão abertas e podem...

CCJ rejeita votação da PEC da unificação das eleições
CCJ rejeita votação da PEC da unificação das eleições

Apesar da articulação do movimento municipalista, a Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania (CCJC) da Câmara dos Deputados rejeitou em reunião extraordinária nesta terça-feira, 18 de junho, a inclusão do requerimento da Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 376/2009 na agenda de votações da Comissão. O tema foi colocado em pauta após forte mobilização do presidente da Confederação Nacional de Municípios (CNM), Glademir Aroldi, e líderes das entidades...