100%

Instituição acolhe mais de 600 migrantes e contribui com inserção no mercado de trabalho

O desafio de promover o acolhimento humanitário e a inserção socioeconômica aos migrantes venezuelanos e de demais nacionalidades só será possível com a participação conjunta com o setor público, a sociedade, empresas, entidades e instituições. Nesta terça-feira, 14 de maio, a Confederação Nacional de Municípios (CNM) destaca o trabalho desenvolvido pela Cáritas Brasileira, entidade nacional que já recebeu 649 migrantes da Venezuela em cinco cidades brasileiras e no Distrito Federal desde o início do projeto de interiorização, em novembro do ano passado.

A Cáritas é uma entidade de promoção e de atuação social que trabalha na defesa dos direitos humanos, da segurança alimentar e do desenvolvimento sustentável solidário. Os venezuelanos atendidos pela instituição ficam abrigados nas denominadas casas de passagem, que estão espalhadas nas cidades do projeto. Nessas residências, geralmente alugadas, são oferecidos aos migrantes alguns itens de estrutura básica para moradia (cama, colchão, fogão, botijão, geladeira, filtro de água, materiais de limpeza e kits de higiene pessoal). A alimentação é fornecida por meio de doação feita pela Marinha do Brasil. O teto do tempo de acolhida nesses espaços é de cinco meses.

Existe ainda o trabalho de voluntários que auxiliam os migrantes na busca por um trabalho. A equipe colabora com o monitoramento de oportunidades de trabalho divulgadas pelas empresas. “A gente faz um mutirão. Algumas pessoas ficam com os currículos desses migrantes e estão atentas aos sites de trabalho e jornais sobre oportunidades de emprego. Eles fazem essa ponte entre os migrantes e as empresas. Mas os migrantes também, por conta própria, saem em busca de oportunidades. Quando conseguem, saem das casas de passagens e alugam suas casas por conta própria. As outras necessidades são atendidas por meio de campanhas”, explicou a coordenadora da Cáritas no Distrito Federal, Hildete Souza.

Oportunidades

Somente no Distrito Federal, dos 74 migrantes venezuelanos adultos, 42 foram inseridos no mercado de trabalho. Apesar de a proporção ser alta, a coordenadora explica que conseguir um emprego pode variar bastante em cada cidade por conta da situação econômica do Município e de outros fatores. “Infelizmente essa empregabilidade não é a realidade dos outros Municípios. Muitas cidades não conseguiram avançar muito”, destacou.

Por isso, reforçou a necessidade de engajamento de todos. “Esse trabalho precisa ser feito em mutirão. Essa parceria com a CNM e com os prefeitos de todo o Brasil é fundamental para ter essa sensibilidade. A gente precisa contar com o poder público, com as empresas e com a sociedade em geral e acabar com o preconceito de que os migrantes estão tomando o nosso espaço. O Brasil, nessa questão migratória, manda muito mais pessoas para fora do que recebe”, argumentou.

A interação entre os Municípios também foi defendida pelo assessor nacional para migração e refúgio da Cáritas, Wagner Cesario. “A participação da CNM com articulação nos Municípios nesse processo de integração é fundamental para que essa iniciativa tenha sucesso. Não é possível a gente trabalhar sem a participação das gestões municipais que oferecem proteção a essas pessoas de vulnerabilidade. A CNM já começa dando o exemplo, inserindo duas venezuelanas em sua sede para que elas possam ser integradas na sociedade”, considerou. 

Por: Allan Oliveira

Foto: EBC

Da Agência CNM de Notícias 

Leia mais:

Com campanha Interiorização + Humana, CNM pretende sensibilizar e orientar acolhida aos venezuelanos

Interiorização + Humana: acolher e recepcionar os venezuelanos em todos os Municípios brasileiros

Conheça as principais ações para promover a campanha Interiorização + Humana em sua localidade

Conde (PB) é exemplo de parceria entre poder público e instituição religiosa para acolher venezuelanos

 

 

 


Fonte: Portal CNM - Confederação Nacional de Municípios
Protocolos desta Publicação:Criado em: 14/05/2019 - 14:32:32 por: Roni dos Santos - Alterado em: 14/05/2019 - 14:32:32 por: Roni dos Santos

Notícias

CNM e parceiros lançam materiais para auxiliar gestores na implementação do Estatuto da Metrópole
CNM e parceiros lançam materiais para auxiliar gestores na implementação do Estatuto da Metrópole

 Reforçar o protagonismo dos Municípios na agenda metropolitana e o papel do Legislativo para a implementação das diretrizes do Estatuto da Metrópole é uma das ações exercidas pela Confederação Nacional de Municípios (CNM). Nesse sentido, a entidade elaborou uma série de materiais que propõem estratégias de financiamento da política metropolitana, adequação dos planos diretores e a subsequente avaliação das novas legislações metropolitanas pelas assembleias estaduais. O...

Audiência na Câmara busca sugestões para projeto de segurança de barragens
Audiência na Câmara busca sugestões para projeto de segurança de barragens

Com foco nas barragens do Rio São Francisco, a Comissão de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável da Câmara dos Deputados realizou audiência pública com representantes de órgãos públicos federais para debater a segurança das estruturas. O evento ocorreu nesta quarta-feira, 15 de maio, e contou com a participação da Confederação Nacional de Municípios (CNM). Durante os debates, especialistas defenderam mudanças na legislação para minimizar riscos e danos inerentes....

Interiorização + Humana: ação de acolhimento da CNM ganha destaque em jornal da TV Globo
Interiorização + Humana: ação de acolhimento da CNM ganha destaque em jornal da TV Globo

“Aqui estou aprendendo muito. Tenho um grupo de companheiros excelente”. A afirmação foi feita pela colaboradora venezuelana da área internacional da Confederação Nacional de Municípios (CNM), Marvelis Farias, sobre o trabalho realizado na entidade. Ela e Yuly Teran – que também atua na entidade, na área de Desenvolvimento Social – concederam entrevista ao jornal DFTV, da Rede Globo, e falaram das dificuldades enfrentadas na Venezuela. A reportagem foi veiculada nesta...

Municípios recebem segundo repasse do FPM na próxima segunda; confira os valores
Municípios recebem segundo repasse do FPM na próxima segunda; confira os valores

Pouco mais de R$ 620 milhões será o montante referente ao 2º decêndio do Fundo de Participação dos Municípios (FPM) a ser dividido pelos 5.568 Entes locais. O crédito será realizado na próxima segunda-feira, 20 de maio, e já é levado em consideração o desconto de 20% do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb). Em valores brutos, sem o desconto do Fundeb, o montante chegará a R$ 775 milhões. A...

Cidade inteligente abre segundo dia do Programa Internacional de Cooperação Urbana
Cidade inteligente abre segundo dia do Programa Internacional de Cooperação Urbana

O início do segundo dia do Programa Internacional de Cooperação Urbana trouxe para o debate uma série de reflexões sobre as cidades inteligentes. O representante da Organização das Nações Unidas (ONU) Habitat, Daniel Montandon, iniciou a palestra explicando o conceito de smart cities. “Geralmente algumas ideias comuns estão relacionadas a cidades inteligentes. Associamos smart city ao fato da cidade lidar com a tecnologia da informação”, disse.Mas, de acordo com Daniel,...

CNM realiza Campanha Maio Amarelo com seus colaboradores e incentiva participação dos Municípios
CNM realiza Campanha Maio Amarelo com seus colaboradores e incentiva participação dos Municípios

A Confederação Nacional de Municípios (CNM) é mais uma a somar esforços para chamar a atenção para o alto número de mortos e feridos no trânsito por meio de ações que fazem parte da campanha Maio Amarelo. A entidade tem promovido iniciativas que possam conscientizar colaboradores sobre a importância da direção segura. Dados do Ministério da Saúde apontam que somente em 2017 no Brasil foram 41.151 mortes em vias públicas, o que coloca o país na 5ª colocação entre as...

Troca de experiências marca oficinas sobre Nova Agenda Urbana e Cidades Inteligentes na CNM
Troca de experiências marca oficinas sobre Nova Agenda Urbana e Cidades Inteligentes na CNM

O workshop sobre a Nova Agenda Urbana e Cidades Inteligentes, do Programa Internacional de Cooperação Urbana (IUC) da União Europeia, sediado na Confederação Nacional de Municípios (CNM), finalizou as atividades, nesta sexta-feira, 17 de maio, com debate sobre financiamento de cidades inteligentes e dinâmica em grupo. Durante dois dias, foram desenvolvidas oficinas de formação com o objetivo de compartilhar estratégias e boas práticas em desenvolvimento urbano sustentável. De...

Boas práticas municipais ganham destaque em workshop internacional
Boas práticas municipais ganham destaque em workshop internacional

Finalizada a abertura, o primeiro debate ganhou significado especial com o relato de boas práticas e políticas exitosas de gestores municipais brasileiros. O painel Introdução à Nova Agenda Urbana, ODS 11 e Cooperação Internacional do Programa Internacional de Cooperação Urbana contou com a participação de prefeitos e vice-prefeitos e com apresentação da represente da ONU-Habitat Rayane Ferreti. Ela falou sobre a Nova Agenda Urbana (NAU) e o Objetivo de Desenvolvimento...

Com destaque para ações locais, programa Internacional de Cooperação Urbana ocorre na CNM
Com destaque para ações locais, programa Internacional de Cooperação Urbana ocorre na CNM

\\\"Nosso objetivo é oportunizar que os gestores locais aprendam uns com os outros, que compartilhem ideias, soluções e parcerias e se engajem para trabalhar pela implementação da Nova Agenda Urbana\\\". Com essa afirmação e com orientações gerais, o consultor internacional da Confederação Nacional de Municípios (CNM) Augusto Mathias iniciou as atividades do Programa Internacional de Cooperação Urbana, na sede da Confederação Nacional de Municípios (CNM). Os Municípios...

Senador Wellington Fagundes apresenta proposta de municipalização do ITR
Senador Wellington Fagundes apresenta proposta de municipalização do ITR

O senador Wellington Fagundes (PR/MT) apresentou nesta quarta-feira, 15 de maio, a Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 74/2019. O texto – que altera os artigos 153 e 156 da Constituição Federal – determina que passa a ser de competência municipal instituir Imposto sobre Propriedade Territorial Rural (ITR). A Confederação Nacional de Municípios – que trabalhou na construção do texto – destaca a articulação do senador e a importância do avanço. A proposta foi um dos...

Atenção ao contrato de consórcios e estatutos é destaque na Roda de Conhecimento
Atenção ao contrato de consórcios e estatutos é destaque na Roda de Conhecimento

A Roda de Conhecimento desta quinta-feira, 16 de maio, trouxe mais um tema importante para a gestão municipal: contrato de consórcios e estatutos. Na oportunidade, a consultora da área na Confederação Nacional de Municípios (CNM), Joanni Henrichs, iniciou a temática reforçando o passo a passo inicial que os integrantes de consórcio devem fazer. “Para se constituir, o Consórcio se inicia com protocolo de intenções, quando os Entes interessados se reúnem, assinam o protocolo e...