100%

Drogômetros são testados em motoristas da capital gaúcha

Estudo piloto no Brasil, realizado pelo Núcleo de Estudos e Pesquisas em Trânsito e Álcool (Nepta), ligado ao Centro de Pesquisa em Álcool e Drogas do Hospital de Clínicas de Porto Alegre, testou quatro equipamentos diferentes que identificam a presença de substâncias entorpecentes em motoristas.

A tecnologia está em estudo para a utilização na fiscalização de trânsito. Os investigadores fizeram as abordagens em conjunto com agentes das operações Balada Segura, em Porto Alegre (RS). Os resultados encontrados acenderam um alerta para as autoridades.

Foram parados 178 motoristas, dos quais 164 aceitaram participar do teste. Deste total, 14 (8,5%) tiveram amostras positivas na triagem para cocaína, nove (5,5%) para maconha, nove (5,5%) para benzodiazepínicos (usado no manejo da ansiedade e da insônia), e cinco (3%) para anfetaminas.

Com a triagem concluída com os chamados drogômetros, algumas amostras foram encaminhadas ao exterior para testes laboratoriais. Todas elas deram resultado positivo, corroborando os dados obtidos no Brasil.

Metodologia utilizada
Os aparelhos respondem \"sim\" ou \"não\", a partir de determinada concentração da droga presente no organismo. Para a análise de quantidade são necessárias técnicas confirmatórias, e isso é difícil porque só pode ser feito fora do país.

Para a cocaína, os dispositivos utilizados foram bem avaliados. Mas, para maconha, por exemplo, os resultados da avaliação dos aparelhos não foram tão positivos.

Conforme fala dos estudiosos, três dos quatro drogômetros tiveram bom resultado, mas eles não podem ser a única forma de sinalizar se o indivíduo está ou não sob efeito do uso de drogas.

Como não existe aparelho com 100% de precisão, é importante que seja feita uma avaliação adequada somando mais de uma medida. A utilização de um bom aparelho deve ser agregada à avaliação clínica dos agentes de trânsito.

Os efeitos da droga no organismo e na capacidade de dirigir não são tão conhecidos, diferentemente do que ocorre com o álcool, que possui uma curva de efeito no trânsito já conhecida.

Na questão das drogas, essas curvas não são tão perfeitas. “O usuário pode estar positivo para maconha, mas como a dose de maconha que causa alteração no trânsito é variável de pessoa para pessoa e, ela é pouco conhecida, melhor que não se tenha nada”, explica o diretor do Centro de Pesquisa, Flávio Pechansky.

Caso haja conclusão de que os drogômetros podem ser usados, caberá ao Departamento Nacional de Trânsito (Denatran) homologar a utilização. Após esta confirmação, os órgãos de trânsito estariam aptos a iniciar o processo de aquisição dos equipamentos, somando seu uso a avaliação clínica dos agentes de trânsito.

Observatório do crack
A utilização de drogas faz parte da realidade de milhares de Municípios brasileiros. Por meio do Observatório do Crack, criado em 2011, a CNM acompanha periodicamente informações relativas ao crack e a outras drogas.

Para a Instituição, a construção de ações e políticas públicas de prevenção ao uso de drogas deve estar ancorada em dados confiáveis. Desta forma, estudos e pesquisas têm se apresentado como ferramentas que permitem aprofundar a discussão sobre a temática das drogas no Brasil.

Foto: Divulgação Detran RS
Da Agência CNM de Notícias, com informações de Clicrbs


Fonte: Portal CNM - Confederação Nacional de Municípios
Protocolos desta Publicação:Criado em: 08/01/2019 - 09:44:37 por: Roni dos Santos - Alterado em: 08/01/2019 - 09:44:37 por: Roni dos Santos

Notícias

Cartilha sobre plano municipal de cultura está disponível para download
Cartilha sobre plano municipal de cultura está disponível para download

O planejamento da gestão municipal é fundamental para garantir a efetividade das políticas públicas, e isso também se aplica à área da cultura. Nesse entendimento, a área técnica de Cultura da Confederação Nacional de Municípios (CNM) lançou a nova publicação Planejamento para a gestão pública municipal de cultura: Como elaborar um plano de cultura?. A versão digital da cartilha está disponível para download no site da CNM, na aba biblioteca. A publicação foi...

Dívida previdenciária retém FPM de 1.350 Municípios no primeiro trimestre
Dívida previdenciária retém FPM de 1.350 Municípios no primeiro trimestre

Dos R$ 28,6 bilhões do Fundo de Participação dos Municípios (FPM) destinados aos cofres municipais no primeiro trimestre deste ano, R$ 482,9 milhões foram retidos pela Receita Federal do Brasil (RFB) em razão de dívidas previdenciárias. O valor corresponde a 2% do montante total, em valor bruto nominal, ou seja, considerando os valores do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb). Segundo levantamento da...

Projeto apresentado na Câmara suspende exigência do Cauc da Dívida Pública
Projeto apresentado na Câmara suspende exigência do Cauc da Dívida Pública

Portaria da Secretaria de Tesouro Nacional (STN) que aumenta o número de exigências do Serviço Auxiliar de Informações para Transferências Voluntárias (Cauc) poderá ser suspensa por Projeto de Decreto Legislativo (PDC) apresentado nesta terça-feira, 17 de abril. Após reunião com representantes da Confederação Nacional de Municípios (CNM), que foram convidados para esclarecer os efeitos negativos da Portaria 55 na contabilidade pública municipal, o deputado Silas Câmara...

Ministro da Economia encontra senadores para debater um novo pacto federativo
Ministro da Economia encontra senadores para debater um novo pacto federativo

O ministro da Economia, Paulo Guedes, se reuniu com senadores, na tarde desta quarta-feira (17), para tratar de um novo pacto federativo — ou seja, uma nova distribuição dos recursos arrecadados entre os Estados, os Municípios e a União. Agora, caberá ao Senado Federal liderar o processo de reformulação do pacto. Após a reunião, na residência oficial da Presidência do Senado, o presidente da Casa, Davi Alcolumbre, anunciou que, a partir da próxima semana, serão criados grupos...

ISS: CNM e deputados debatem projetos que tratam da distribuição do imposto
ISS: CNM e deputados debatem projetos que tratam da distribuição do imposto

O gabinete do deputado Herculano Passos (MDB-SP) novamente foi local de reunião entre a equipe técnica da Confederação Nacional de Municípios (CNM) e parlamentares para tratar de pautas municipalistas que tramitam no Congresso Nacional. O deputado Hildo Rocha (MDB-MA) também participou da conversa, nesta quarta-feira, 17 de abril, que debateu dois projetos que tratam da distribuição do Imposto sobre Serviço de Qualquer Natureza (ISSQN) - o Projeto de Lei Complementar 191/2015 e o...

4ª edição da campanha #MulheresRurais, Mulheres com Direitos é lançada
4ª edição da campanha #MulheresRurais, Mulheres com Direitos é lançada

A área Internacional da Confederação Nacional de Municípios (CNM) acompanhou o lançamento brasileiro da campanha Mulheres Rurais, Mulheres com Direitos. A campanha internacional foi lançada pela Organização das Nações Unidas para a Alimentação e a Agricultura (FAO), que, no Brasil, é coordenada pela Secretaria de Agricultura Familiar e Cooperativismo (SAF/MAPA). O lema da campanha este ano é: “Pensar em igualdade, construir com inteligência, inovar para mudar”. Estiveram...

CNM alerta para mudanças nas regras de inclusão da despesa de pessoal das OCS
CNM alerta para mudanças nas regras de inclusão da despesa de pessoal das OCS

A Portaria 233/2019 da Secretaria do Tesouro Nacional (STN) estabeleceu regras transitórias para definição de rotinas contábeis para inclusão das despesas de pessoal das Organizações da Sociedade Civil (OCS) no computo do montante dos Entes Federados que as contratam. Publicada no Diário Ofical da União (DOU) de segunda-feira, 15 de abril, a portaria diz que a STN definirá as rotinas e as regras contábeis a serem utilizadas, até o final do exercício de 2019. O Tesouro fica...

8ª Sessão Ordinária
8ª Sessão Ordinária

CÂMARA DE VEREADORES DO MUNICÍPIO DE TURVO
08ª Sessão Ordinária – Presidida por Hendel Maragno Pescador
No Expediente da Sessão deram entrada:
• Projeto de Lei Complementar nº 01/19: Fica o Chefe do Poder Executivo Municipal autorizado a conceder isenção ou remissão do IPTU às pessoas portadoras de doenças graves, incapacitantes e aos doentes em estágio terminal e seus dependentes e dá outras providências.
• Projeto de Decreto Legislativo nº 01/19: Dispõe sobre a provação das contas do exercício de 2017 da Prefeitura Municipal de Turvo.
• Requerimento nº 04/2019, de autoria do vereador Luiz Lucinei Vitto, que justifica a sua ausência na sessão do dia 08 de abril.
• Requerimento nº 05/2019, de autoria da vereadora Cleonice Lima Silvano, que justifica a sua ausência na sessão do dia 08 de abril.
• Indicação nº 01/2019, de autoria da bancada do PP: Pede providências junto ao departamento competente, para proceder a revitalização da pintura das faixas de pedestre da Avenida Municipal, principalmente aqueles de fronte ao Colégio Jorge Schutz.
• Indicação nº 02/2019, de autoria da bancada do PP: Que o Prefeito Municipal solicite à secretaria competente, estudos de viabilidade para redução das alíquotas da contribuição de iluminação pública, no município de Turvo, bem como a possibilidade de isenção aos consumidores da classe residencial rural, que não são servidos por iluminação pública, independentemente do seu consumo.
Na Ordem do Dia foram aprovados por unanimidade:
• Projeto de Lei nº 005/19: Autoriza o chefe do Poder Executivo Municipal a permitir uso de bem público que especifica e dá outras providências. (2ª votação)
• Moção nº 001/2019, de autoria de todos os vereadores: Moção de Contrariedade ao novo modelo de estrutura tarifária da CASAN proposto pela ARESC.
Fizeram o uso da palavra os seguintes vereadores:
• Lindomar Baesso com aparte do vereador Osvaldo Fávaro.
• Samuel Neoti com aparte dos vereadores Lindomar Baesso e Jânio Piccolo.
• Cleonice Lima Silvano com aparte do vereador Ésio Simão.
• Presidente Hendel Maragno Pescador com aparte do vereador Lindomar Baesso.
A próxima sessão ordinária será realizada no dia 22 de Abril, a partir das 19hs.

Os vídeos na íntegra você pode conferir no site da câmara em TV Câmara.
Lembramos também que você pode acompanhar todas as sessões ao vivo pela internet através do camaraturvo.sc.gov.br.

FPM será creditado na quinta-feira; segundo decêndio representa menor repasse do mês
FPM será creditado na quinta-feira; segundo decêndio representa menor repasse do mês

Os Municípios irão partilhar na próxima quinta-feira, 18 de abril, o montante de R$ 680,7 milhões referente ao segundo repasse de abril do Fundo de Participação dos Municípios (FPM). Esse valor tem como base de cálculo o período entre os 1º e 10 deste mês e com o desconto da retenção do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb). A Confederação Nacional de Municípios (CNM) destaca que esse...

CNM e Frentes dos Municípios e do Pacto Federativo definem prioridades pós-Marcha
CNM e Frentes dos Municípios e do Pacto Federativo definem prioridades pós-Marcha

A equipe técnica da Confederação Nacional de Municípios (CNM) foi recebida pelos deputados Herculano Passos (MDB-SP) e Silvio Costa Filho (PRB-PE) na manhã desta terça-feira, 16 de abril, para definir as pautas que serão tratadas na próxima reunião da Frente Parlamentar Mista em Defesa dos Municípios (FMB). Os parlamenteares presidem as duas principais frentes no Congresso Nacional que defendem os interesses dos Entes locais. O almoço entre parlamentares está marcado para o dia...

CNM destaca aprimoramento da MP do Saneamento em audiência com ministro do Desenvolvimento Regional
CNM destaca aprimoramento da MP do Saneamento em audiência com ministro do Desenvolvimento Regional

A Confederação Nacional dos Municípios (CNM) marcou presença na audiência pública sobre atualização do Marco Legal do Saneamento Básico, no Senado Federal, com a participação do ministro do Desenvolvimento Regional, Gustavo Canuto. “O Município é sim titular da prestação desse serviço, mas tanto a União quanto os Estados devem prover os recursos necessários, principalmente para infraestrutura, porque, de forma isolada, os Municípios não conseguem”, disse a supervisora...