100%

Projeto de securitização da dívida pública tramita com urgência

Tramita, na Câmara dos Deputados, em regime de urgência proposta que permite à União, aos Estados e aos Municípios realizarem a cessão de direitos sobre a dívida tributária ou não tributária a que têm direito perante os contribuintes e demais devedores.

 

A chamada securitização consta no Projeto de Lei Complementar (PLP) 459/2017, cujo pedido de tramitação célere foi aprovado durante a Mobilização Municipalista, em 20 de novembro. A apreciação ocorreu no Plenário da Casa, registrando 270 votos a favor e 25 contra a urgência.

 

A Confederação Nacional de Municípios (CNM) é favorável ao texto e ressalta que os Entes municipais consideram a medida uma alternativa para elevar a arrecadação sem aumentar os impostos, já que a securitização é a transformação de direitos de crédito das obrigações tributárias e não-tributárias já vencidas dos Entes Federados em ativo financeiro que pode ser comercializado no mercado de capitais. Mais receitas nos cofres municipais possibilita o aumento da capacidade de investimentos dos Municípios, os recursos obtidos com alienação de recebíveis já possuem destinação específica e poderão ser aplicados pelos Municípios em despesas de capital e para previdência.

 

Pelo texto, o ente federado poderá criar uma sociedade de propósito exclusivo (SPE), a quem repassará direitos lastreados em dívidas pendentes de contribuintes, inclusive as que foram parceladas em programas como o Refis. A SPE estará autorizada a emitir títulos vinculados a estes direitos creditórios, os quais serão vendidos para empresas ou fundos de investimentos.

 

Com a operação, o Ente antecipa receitas. E, para o investidor privado, a vantagem está em comprar os direitos com deságio (desconto) – o projeto não trata de valores para o deságio – ou receber juros da SPE, a depender da configuração adotada.

 

A receita obtida com a operação será destinada, meio a meio, para a previdência social própria dos entes ou geral (no caso da União) e para investimentos públicos. Como estabelece a Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF), o montante não pode ser usado para despesas correntes – gastos com custeio e manutenção das atividades da administração pública.

 

O PLP estava pautado na sessão plenária de 27 de novembro, mas não foi apreciado.

 

Da Agência CNM de Notícias, com informações da Agência Câmara


Fonte: Portal CNM - Confederação Nacional de Municípios
Protocolos desta Publicação:Criado em: 03/12/2018 - 21:21:45 por: Roni dos Santos - Alterado em: 03/12/2018 - 21:21:45 por: Roni dos Santos

Notícias

Aroldi solicita avanço de pautas municipalistas no Ministério da Saúde e no Planalto
Aroldi solicita avanço de pautas municipalistas no Ministério da Saúde e no Planalto

Demandas prioritárias dos Municípios fizeram parte de discussões nesta quarta-feira, 20 de fevereiro, no Executivo. O presidente da Confederação Nacional de Municípios (CNM), Glademir Aroldi, esteve reunido com o ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, e com o Subchefe de Assuntos Parlamentares (Supar) da Presidência da República, Leonardo Quintão, para solicitar o avanço de solicitações municipalistas. Durante o encontro com o ministro da Saúde, Aroldi entregou um documento...

Com auditório cheio, atividades do Desafio + Brasil começaram nesta quinta
Com auditório cheio, atividades do Desafio + Brasil começaram nesta quinta

As primeiras das 34 horas de atividades do Desafio + Brasil Hackathon de Design de Processos & TI foram marcadas pela empolgação e pela grande expectativa dos participantes. O evento começou na manhã desta quinta-feira, 21 de fevereiro, na sede da Confederação Nacional de Municípios (CNM), em Brasília, com auditório cheio. A iniciativa é fruto da parceria entre a Confederação e o Ministério da Economia, com o apoio da Escola Nacional de Administração Pública (Enap). A...

Municípios podem receber R$ 33,77 bilhões de Restos a Pagar (RAPs)
Municípios podem receber R$ 33,77 bilhões de Restos a Pagar (RAPs)

Questão que aflige a gestão municipal todo ano, os Restos a Pagar (RAPs) são despesas empenhadas, mas não pagas até 31 de dezembro de cada ano. Ou seja, representam a parte da despesa do orçamento que permanece pendente de pagamento após o fim do exercício. Esses RAPs podem ser processados ou não processados. Os primeiros se referem às despesas empenhadas e liquidadas não pagas, enquanto os não processados são aquelas apenas empenhadas, que sequer chegaram a ser liquidadas...

Desafio + Brasil: representantes de vários órgãos apresentam desafios aos maratonistas
Desafio + Brasil: representantes de vários órgãos apresentam desafios aos maratonistas

A Confederação Nacional de Municípios (CNM) recebe nesta quinta-feira, 21 de fevereiro, o Desafio + Brasil: Hackthon de Design de Processos & TI em sua sede. E, para somar ao evento, representantes de diversos órgãos envolvidos na questão de gestão de contratos e convênios estão reunidos no objetivo de encontrar soluções inovadoras. O evento conta com a parceria do Ministério da Economia e o apoio da Escola Nacional de Administração Pública (Enap). Após a abertura e...

Prefeitos, instituições e governo federal debatem problemas nas transferências de recursos
Prefeitos, instituições e governo federal debatem problemas nas transferências de recursos

\\\"A gente conhece esse sistema. Sabemos do que viemos falar e como contribuir. A dificuldade é grande. Nós estamos lá na ponta e é lá que tudo acontece, que atendemos todas as pessoas”. Com essa fala, a prefeita de Rancho Queimado (SC), Cleci Veronezi, iniciou a fala durante a segunda mesa de anjos e especialistas do Desafio + Brasil: Hackathon de design de processos e TI. Participaram do debate, prefeitos, diretores, coordenadores, secretários locais e especialistas técnicos que...

Museus municipais têm até 30 de abril para preencher Formulário de Visitação Anual
Museus municipais têm até 30 de abril para preencher Formulário de Visitação Anual

Os museus públicos municipais de todo Brasil têm até o dia 30 de abril para preencher o Formulário de Visitação Anual (FVA) referente à contagem de público que compareceu em museus no ano de 2018. O documento já está disponível no site da Rede Nacional de Identificação de Museus (Renim). De acordo com o Decreto 8.124/2013, que regulamenta o Estatuto dos Museus – instituído por meio da Lei 11.904/2009 –, compete aos museus públicos e privados enviar ao Instituto Brasileiro...

Porcentuais de participação dos Entes na Cide em 2019 foram divulgados
Porcentuais de participação dos Entes na Cide em 2019 foram divulgados

A participação dos Estados, do Distrito Federal e dos Municípios no produto da arrecadação da Contribuição de Intervenção no Domínio Econômico (Cide) – para o exercício de 2019 – foi definida pelo Tribunal de Contas da União (TCU). A Confederação Nacional de Municípios (CNM) informa sobre a fixação dos porcentuais individuais na cobrança sobre a importação e a comercialização de petróleo e seus derivados. De acordo com o Tribunal, os cálculos desenvolvidos...

Viva seu Município: Marema (SC) lança projeto com mensagens de celular para melhorar comunicação
Viva seu Município: Marema (SC) lança projeto com mensagens de celular para melhorar comunicação

Em um Município pequeno, com menos de 5 mil habitantes, a comunicação com a população é facilitada porque, geralmente, o prefeito é conhecido de todos e há uma aproximação maior entre as pessoas e os agentes políticos e servidores municipais. Por outro lado, existe a limitação dos veículos de comunicação oficiais e de cobertura local, como TVs, rádios, revistas e jornais para manter os moradores informados. A prefeitura de Marema, em Santa Catarina, possui 1.952 habitantes e...

Aroldi recebe deputado Édio Lopes; parlamentar endossou apoio à pauta municipalista
Aroldi recebe deputado Édio Lopes; parlamentar endossou apoio à pauta municipalista

O presidente da Confederação Nacional de Municípios (CNM), Glademir Aroldi, recebeu na sede da entidade, em Brasília, a visita do deputado Edio Lopes (PR – RR). O líder municipalista abordou com o parlamentar demandas das cidades brasileiras e a realização da XXII Marcha a Brasília em Defesa dos Municípios. O deputado reforçou no encontro o seu apoio à pauta municipalista e lembrou as dificuldades vivenciadas na gestão das cidades roraimenses. Por sua vez, Aroldi citou alguns...

Quase 1800 pessoas garantem participação na XXII Marcha
Quase 1800 pessoas garantem participação na XXII Marcha

Já são mais de 1800 pessoas inscritas na XXII Marcha a Brasília em Defesa dos Municípios. Destes, quase 1200 são prefeitos. Dentre os Estados com maior número de prefeitos inscritos, Minas Gerais lidera o ranking, com 151 inscrições, seguido de Rio Grande do Sul, com 141, e Piauí, com 101. Quando analisamos o percentual dos Estados com inscritos, Pará lidera o ranking (55%), seguido de Mato Grosso do Sul (46%) e Piauí (45%). A prefeita de Vigia de Nazaré (PA), Camille de...

Acolhimento de médicos formados no exterior nos Municípios foi antecipado, atuação começa em março
Acolhimento de médicos formados no exterior nos Municípios foi antecipado, atuação começa em março

Alterado o cronograma de realização do acolhimento dos brasileiros formados no exterior nos Municípios participantes do Mais Médicos. Os profissionais selecionados devem começar a atuar nos dias 28 e 29 de março. Para isso, o Ministério da Saúde (MS) antecipou em duas semanas a fase de acolhimento nas localidades escolhidas. Os profissionais selecionados nas vagas remanescentes, dia 13 de fevereiro, terão entre os dias 12 a 26 de março para a realização da próxima etapa do...